Nossa História

Lumen significa Luz em latim, surgiu com o intuito de ajudar mulheres a parir e bebês a nascerem com respeito! Trata-se de uma equipe de parto domiciliar dedicada a mulheres grávidas e suas famílias que desejam parir no ambiente que escolheram. No país como o Brasil, onde os índices de cesarianas são altíssimos, as famílias que optam por um caminho natural e menos intervencionista para o parto, têm dificuldade de encontrar apoio para fortalecer suas decisões e fazer valer suas escolhas. É esse suporte, fundamentado nas evidências científicas e recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), é a ajuda mais valiosa que podemos oferecer para essas famílias nesse momento. Nossos serviços incluem: Parto domiciliar Planejado com acompanhamento pré-natal e avaliação do recém-nascido; acompanhamento pré-hospitalar; auxilio na amamentação, cursos de preparação para o parto e casal grávido.

Missão

Amparar e apoitar com amor mulheres em seus ciclos gravídico-puerperal, contribuindo com o resgate da autonomia sobre seus corpos, da capacidade instintiva de gestar, parir e ser mãe e do protagonismo da mulher e respeito ao parto e nascimento. O nosso cuidado está centrado em evidências cientificas, respeito a individualidade e responsabilidade compartilhada. Para nós, missão e profissão caminham juntos nessa busca ao respeito e autonomia da mulher.  

Visão

Ser referência no atendimento as mulheres e famílias durante a gravidez, parto/nascimento e puerpério, promovendo a oportunidade das famílias vivenciarem experiências humanas, seguras e baseadas em evidências científicas. 

Valores

  • Incentivo ao parto e nascimento natural;
  • Incentivo ao parto domiciliar e a humanização da assistência;
  • Estímulo a valorização do profissional capacitado e reconhecimento a sua prática eficiente;
  • Atendimento de cada mulher e bebê como únicos, respeitando e valorizando a sua singularidade e individualidade;
  • Utilização de evidências científicas na prática obstétrica e neonatal e a observância das recomendações da Organização Mundial de Saúde;
  • Incentivo e ajuda ao aleitamento materno exclusivo até os 06 meses e misto até 2 anos de idade ou mais;
  • Luta pela abolição da violência obstétrica;
  • Ética, responsabilidade e transparência.